Vida de Mamãe Moderna » Blog Archive Um lugar chamado: Paulista - Vida de Mamãe Moderna
31
ago/2016
Um lugar chamado: Paulista

paulista-ciclistas

Estou trabalhando há alguns meses aqui na Paulista em São Paulo, parece que foi ontem que comecei a trabalhar aqui e foi uma grande mudança em minha vida, pois tudo mudou.

Comecei a trabalhar de metrô, comecei a ter mais qualidade de vida, pois fico menos tempo em trânsito, mas nessa mudança todo descobri que existe um lugar totalmente diferente e esse lugar chama-se Paulista.

Pois é, lá tudo é tão diferente, aprendi tantas coisas… No começo confesso que me senti um ET, mas aprendi a sobreviver nessa selva e queria compartilhar com vocês tudo que aprendi que me fez me apaixonar por esse lugar…

  • Aprendi que para andar de escada rolante no metro ou você fica parado na direita ou anda na esquerda;
  • Aprendi que as pessoas vivem na correria, não param;
  • Aprendi que você tem que andar firme e desviando das pessoas, senão a multidão te leva;
  • Aprendi que as pessoas se maquiam no metrô (sim, é verdade);Aprendi que se você não sentar no assento preferencial, outros irão sentar (Quando não tiver gestante, idosos, etc..);
  • Aprendi que as pessoas são muito egoístas na hora de descer e entrar no metrô;
  • Aprendi que ter cabelo colorido é super normal;
  • Aprendi a apreciar a subida daquela escada rolante na consolação e apreciar a luz do sol;
  • Aprendi que tudo que você quer tem na Paulista, independente do que seja;
  • Aprendi que a Paulista é o coração de SP, tudo é perto;
  • Aprendi que Uber e Cabify é vida;
  • Aprendi que não preciso assim tanto de carro;
  • Aprendi que consigo sobreviver sem notebook e celular de plantão;
  • Aprendi que toda sexta-feira tem manifestação;
  • Aprendi que os homossexuais amam se beijar na paulista e andar de mãos dadas;
  • Aprendi que a apresentações bizarras, como Elvis Presley é super normal e as pessoas param para assistir e cantam juntos;

Parece coisas tão normais, não é mesmo? Mas para mim não era, tudo foi uma grande novidade. Pensei que morreria sem carro, que morreria sem um notebook no trabalho, que morreria em andar de metrô e hoje só posso agradecer por tantas coisas boas que me aconteceram..

Quem ainda não conhece, vale a pena passear pela Paulista, Rua Augusta e suas redondezas…

Beijos,
Kah