Vida de Mamãe Moderna » Blog Archive Birra: Não é exclusivo do "Terrible Two" - Vida de Mamãe Moderna
4
jan/2017
Birra: Não é exclusivo do “Terrible Two”

Acho injusto falar que uma criança é mal educada, birrenta ou que faça malcriações, filhos são reflexos daquilo que vivenciam em casa e independente da idade ou fases como (terrible two, three, four, etc..) é nosso dever de mãe orientá-los da melhor forma. Sim, Birra também encontramos aqui em casa mesmo aos 4 anos, assim como sei que tem na sua mamãe.

Por aqui entramos em uma fase “respondona” e de sair batendo o pé. Não é fácil. Sophia é uma criança muito carinhosa e como diz o pai, tem o gênio da mãe (não entendi esse comentário) mas sim, a Sophia tem um gênio forte e gosta das coisas do jeito dela. Se quer ir a piscina e não é horário, sai batendo o pé. Se quer um chocolate e está na hora do almoço, grita se damos a negativa.

Por aqui tentamos ao máximo não entrar “no jogo” da criança e gritar de volta, confesso que a paciência nem sempre é minha melhor companheira e o mais fácil seria sempre ceder, mas não. Mãe tem que educar e começamos a fase do “castigo”.

Nesse final de semana, Sophia pediu sorvete ao pai quando o mesmo estava indo ao mercado que trouxe conforme o prometido.

Falamos que ela chuparia o sorvete após o almoço que já estava pronto e na mesa. Chamei ela uma, duas e nada dela vir almoçar, ela chegou a gritar falando: To innnndo mãe e nada dela vir. Quando o pai a chamou brava para almoçar na sala, ela saiu batendo o pé do tipo: que saco viu pai.

O pai não pensou duas vezes, abaixou, brigou com ela e falou que não tinha mais conversa, era almoço e ela ficaria sem o sorvete, pois além de gritar com a mãe, bateu o pé ao se levantar para ir até a mesa. Isso que não contei que ela as vezes revira os olhos (confesso que ela herdou de mim essa terrível mania).

Dói muito em nós ter que tirar algo dela, mas avisamos uma, duas, na terceira vez não tem mais conversa. Estamos aplicando um corretivo para ela pensar naquilo que fez e no que não queremos que ela faça novamente.

Neste dia, Sophia ficou sem o sorvete e comeu apenas no dia seguinte.

É muito importante cumprirmos com os castigos que ameaçamos, a criança sabe muito bem quando estamos blefando, nós mesmo aqui em casa já blefamos diversas vezes, ameaçamos e acabamos cedendo e te falo mamãe: ta errado. Temos que aprender a ameaçar menos e a cumprir mais com nossa palavra, se falamos que ficará sem sorvete se brigar, temos que cumprir com o combinado.

Novamente, criança é reflexo daquilo que ela vê. Se hoje a Sophia grita, é porque eu já gritei ou ainda grito pela casa. Confesso que estou me policiando muito neste quesito, nenhuma mãe é perfeita e sei que também não sou, mas tento ao máximo dar o melhor exemplo a ela.

Enfim, independente da idade, teremos birras intermináveis, seja aos 2, 3, 4 ou 5 anos. Cabe a nós, mães, educar da melhor forma, afinal, educar é um gesto de amor que fazemos aos nossos filhos e ele agradecerá mais pra frente.

beijos,
Kah

 



gravatar
1/4/2017 às 11:54

1

Ah mas não é mesmo! rsrsrs Com dois anos eles estão tentando se expressar e aí a manhã vem com tudo. Mas nessa idade atual dos nossos, voticontá…. E vc tá certa, não podemos voltar atrás com a palavra do castigo. Dóoooi! Eu sofri no final do ano com um episódio com o Benjamin, vc sabe. Mas as coisas vão se encaixando. Muita paciência, conversa e menos gritos. Eu tb dou uma surtada as vezes e grito. ahahahhaha como diz o filme “perfeita é a mãe”, somos todas mães ruins. ahahahhaa beijo

gravatar
1/5/2017 às 8:53

2

Exato, agora eles querem sempre nos testar, incrível ne…
Muita paciência para nós Gabis..
bjs