Vida de Mamãe Moderna » Blog Archive Porque tudo é com a mãe? - Vida de Mamãe Moderna
22
jun/2017
Porque tudo é com a mãe?

Confesso que estou um pouco cansada dessa sociedade em que vivemos, na qual tudo tem que ser feito pela mãe e a pergunta desse post é: Porque tudo é com a mãe? Já pararam para pensar que nem tudo precisa ficar unicamente exclusivo com a mãe?

Hoje em dia, a sociedade continua extremamente machista e eu me revolto com muitos comentários realizado pelas próprias mulheres sobre divisão de atividades.

Não, a mãe que trabalha em casa, não é obrigada a cuidar 24 horas das crianças, a mãe que fica dedicada com a casa, também merece ter seu tempo de lazer, a mesma mãe que corre o dia todo, está tão ou até mais cansada que o marido que ficou o dia todo no escritório.

Eu falo isso por experiência própria, pois já fui mãe 24 horas e também já fui profissional e te digo, não há trabalho mais cansativo do que o trabalho do lar.

Isso mesmo, então quando o pai chega em casa a noite falando que está cansado e não quer brincar com as crianças, a mãe tem sim que se posicionar, porque ela também está cansada, afinal, trabalhou o dia todo também e no pesado, mas tem uma diferença aí, o pai teve a sua 1 hora de almoço, tranquilo, enquanto a mãe, tentava colocar uniforme em um, finalizar o almoço e quem sabe conseguir almoçar uma comida quente, não é mesmo?

As tarefas precisam ser divididas, as mães também tem o direito de sair com as amigas (não precisa sair para o futebol, mas podem sim ter uma noite off).

Para os casais que trabalham fora, pior ainda, me vejo muitas vezes tendo que resolver problemas sozinha da Sophia, não estou falando que o marido não ajuda, mas sim, sobra muito mais para a mãe. Tenho que me adaptar aos horários do colégio, ballet, fono e muito mais.

Parei para pensar o porque tudo isso não pode ser dividido com o pai? Porque só a mãe quem entra no grupo de WhatsApp do colégio dos filhos?

Ontem precisei de ajuda e pedi ao marido: Você pode buscar a Sophia no ballet, a resposta que tive foi: Não! Engoli o ódio que me subiu e só falei: ok, então ela não vai. Resumindo, ele acabou indo busca-la no ballet, mas ainda estou com aquela sensação do porque ele não falou de primeira: Claro amor, posso te ajudar.

A sociedade não vai mudar, se nós não mudarmos. Temos sim que dividir as tarefas, temos sim que nos posicionar, temos sim cobrar que PAI NÃO AJUDA, PAI FAZ SUA OBRIGAÇÃO DE PAI.

Não temos que aceitar tudo caladas, chega de sociedade machista na qual a mulher que deve ter obrigações com a casa, não temos que ter obrigações, temos que dividir tarefas. 

Não importa quem lava a louça ou quem faz a comida, não importa quem ganha mais, não importa quem coloca os filhos para dormir, o que importa é que tem que ter uma divisão de tarefas, independente se é feito pelo pai e pela mãe.

Vamos nos unir mulherada, menos machismo e mais união. Quando vocês conseguirem fazer um final de semana off da criançada, me chame para passar um feedback, tenho certeza que será super positivo. Chega de culpa materna, pais felizes = filhos felizes e vice versa.

Um grande beijo,
Kah