Menino De 14 Anos Que Matou O Pai?

Um adolescente de 14 anos foi apreendido após matar o pai, de 48, na madrugada desta quarta-feira (12), em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. A vítima foi esfaqueada 23 vezes. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o crime aconteceu na casa da família, no bairro Jardim Colonial.

Quantos anos tem o menino que matou o pai?

Um adolescente de 15 anos foi apreendido pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) suspeito de matar o pai, de 63 anos, e a madrasta, de 51. O crime aconteceu entre a noite de quinta-feira (17/3) e a madrugada desta sexta-feira (18/3), no Bairro Marimbá, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Quem mata o próprio filho?

Filicídio é o ato deliberado de uma mãe ou pai a matar o seu próprio filho ou filha. A palavra filicídio latino deriva do latim palavra filius que significa ‘filho’ ou filha, acrescentado do sufixo -cide significado para matar, assassinato, ou a causa da morte.

Quem mata o pai e o quê?

O Wikcionário tem o verbete parricídio. O parricídio ou patricídio consiste no ato de uma pessoa matar seu próprio pai ou pais (ver também matricídio). ‘Na definição do Dicionário Jurídico, é o homicídio do pai (ou da mãe) pelo próprio filho’, reporta o Info Escola.

O que é um crime de infanticídio?

O infanticídio está previsto no art. 123 do Código Penal, in verbis: “Art. 123 – Matar, sob a influência do estado puerperal, o próprio filho, durante o parto ou logo após: Pena – detenção, de dois a seis anos.”

You might be interested:  Quem É O Pai Do Filho De Paolla Oliveira?

O que se entende por estado puerperal?

É aquele que envolve a parturiente durante a expulsão da criança do ventre materno. Neste momento, há intensas alterações psíquicas e físicas, que chegam a transformar a mãe, deixando-a sem plenas condições de entender o que está fazendo, razão pela qual se trata de situação de semi-imputabilidade.

Quando é considerado infanticídio?

Concluímos que o crime de infanticídio é aquele em que a mãe, mata seu próprio filho, durante o parto ou logo após, sob o estado puerperal. Vimos, também, que para que se caracterize o estado puerperal, é necessário haver um diagnóstico, ou seja, uma perícia, feita por um especialista.

Como ocorre o infanticídio?

Se a morte do filho é produzida durante o parto ou logo após, há infanticídio. Se a morte da criança ocorre antes do início do parto, trata-se de aborto. Por último, se a morte do sujeito passivo se dá depois do lapso temporal “logo após” o parto, existe homicídio.

Quais são os requisitos para que exista o crime de infanticídio?

Assim é que o delito de infanticídio é composto pelos seguintes elementos: matar o próprio filho; durante o parto ou logo após; sob influência do estado puerperal. Excluído algum dos dados constantes nessa figura típica, esta deixará de existir, passando a ser outro crime (atipicidade relativa).”