Série Porque Matei Minha Família?

Por que Matei Minha Família?, série documental original da Netflix, acompanha o caso de um jovem de 14 anos que, durante uma sexta-feira à noite em 1986, matou seus pais e suas duas irmãs a tiros com o rifle do pai. O crime aconteceu no bairro Ein Karem, em Jerusalém, Israel, e a série explora o motivo por trás do brutal homícidio. 1

Por que matei a minha família?

Por que Matei Minha Família? é uma história real na Netflix: entenda o caso de assassinato que chocou o público. Em 2021, a Netflix lançou uma lista de séries que conquistaram o coração do público e, na reta final do ano, a estreia do documentário Por que Matei Minha Família?

Por que Matei Minha Família história real nome verdadeiro?

Por que Matei Minha Família?: um banho de água fria

Em Jerusalém, na madrugada do dia 22 de fevereiro de 1986, Nissim Cohen, de 44 anos, sua esposa, de 40, e duas filhas, de 19 e 18, foram assassinados à queima-roupa com tiros de um rifle M-16.

Por que Matei Minha Família nome do jovem?

Na época, o jovem, que hoje em dia já é um homem de meia-idade, nunca teve seu nome divulgado. Um internauta escreveu no Twitter: “Alguém pode me dizer o nome do menino israelense de 14 anos, que matou toda a sua família, de Por que Matei Minha Família?, da Netflix? Por que seu nome foi escondido do público?”

You might be interested:  O Que Fazer Com Um Filho Que Agride A Mãe?

O que aconteceu com o menino que matou a família em Israel?

Hoje em dia ele tem uma mulher e filhos. De acordo com os relatos, ele também ocupou um cargo sénior no setor financeiro durante anos, mas foi despedido quando o seu passado voltou a aparecer com esta série da Netflix.

Por que Matei Minha Família sinopse?

Um garoto franzino de 13 anos e meio matou os pais e as duas irmãs mais velhas. Nos primeiros dias após os assassinatos, negou a culpa. Depois, preso, não revelou sua motivação para o crime. O documentário tem imagens de arquivos da família e registros da investigação.

Como anda o caso Pesseghini?

Entre as vítimas, estavam Luís e Andreia Pesseghini, ambos policiais militares. A polícia arquivou o caso apontando o filho do casal, na época com 13 anos, como o único assassino. Mas a família do sargento não acredita na versão da polícia e faz novas revelações sobre o caso.

Como está hoje o menino que matou os pais em Jerusalém?

De acordo com o Jerusalem Post, a série foi lançada pela primeira vez em Israel em dezembro de 2020 e foi revelado que o assassino é agora casado, tem filhos e trabalha em finanças em um cargo superior, embora o site de notícias israelense Ynet tenha relatado que depois que o nome do assassino circulou na mídia social,